segunda-feira, 12 de abril de 2010

QUAL A MELHOR IDADE PARA IR À DISNEY?

Nossa viagem foi assim:

Época: janeiro *****

Hotel: Yacht Club *****

Faixa etária das crianças: 1-3 anos ***; 3-5 anos **; 5-7 anos *****



Encontrar personagens é uma grande
emoção, mas algumas crianças ficam
com medo!
Existem muitos lugares onde você pode conseguir informações sobre a Disney, mas poucos falam com franqueza das dificuldades que você vai encontrar por lá, dependendo da idade das suas crianças e dos adultos também. Poucas famílias, resolvida a questão econômica, têm dúvida de que a Disney vai fazer parte dos seus planos de viagem mais cedo ou mais tarde. Então qual a melhor idade para levar as crianças à Disney?

Para uma primeira viagem, diríamos sem hesitar que entre 6 e 8 anos é a idade ideal. Só que nem todos conseguem viajar nessa idade. Muitas vezes há vários irmãos com faixas etárias diferentes, ou então simplesmente a situação econômica não permite. Vale lembrar que nem todo mundo concorda com essa opinião. Por exemplo a especialista em viagem com crianças Anna Chaia aconselha ir para a Disney apenas com 9 anos, pois aí a criança tem altura (1,30m) para ir em todos os brinquedos. Em nossa opinião, mesmo sem poder ir a todas as montanhas-russas radicais, as crianças menores aproveitam muito, mergulham de cabeça no mundo de fantasia como jamais poderão fazer novamente depois de crescidinhas...

Então vamos ver as vantagens e desvantagens de cada faixa etária:

Abaixo de 1 ano *: a única vantagem de ir à Disney com essa idade é que lá é um dos locais com melhor infraestrutura para crianças, organizado, limpo, com fraldários em todos os parques. De resto, será muito mais caro e cansativo para os adultos do que praticamente qualquer outra opção. O bebê não tem autonomia para brincar, requerendo um adulto tempo integral para atendê-lo. Ora, se já é cansativo cada um andar com os próprios pés, imagine com um bebezinho a tiracolo. Ou seja, só leve um bebê de menos de 1 ano se não houver outro jeito (por exemplo, por causa dos irmãos mais velhos ou de alguma ocasião especial), e de preferência carregue a avó, o avô, os tios, para ajudar a rebocar o rebento pelos parques afora!

De 1 a 3 anos ***: para essa idade, tanto faz a Disney ou o Parque da Xuxa ou o parquinho da praça. Eles se divertem (e dão trabalho!) em qualquer lugar, portanto não é uma má idéia levá-los à Disney nessa idade. Só que você vai gastar uma fábula (Disney não é barato!) por uma viagem que bem poderia ser para o Beto Carrero World, e seu filho não vai sequer lembrar. Além disso, a criança nessa faixa etária tende a ter medo dos personagens, que são enormes e podem apavorar os pequenos. Se for uma única criança dessa idade, recomendamos: espere até ela fazer 6 ou 7 anos, que vai aproveitar bem melhor. Se forem várias crianças e uma delas tem essa idade, pode ir sem susto que ela vai se divertir. Em cada parque sempre tem umas 3 ou 4 atrações que atendem muito bem essa faixa etária. Os restaurantes sempre têm um menu infantil com comidas bem triviais, visto que nessa idade a maioria não come de tudo. E, novamente, todos os lugares têm infra-estrutura e organização para receber todas as idades.

Playhouse Disney no Hollywood
Studio: bom para pequenos
De 3 a 5 anos **: por incrível que pareça, em nossa opinião a Disney é mais legal para idades de 1 a 3 do que de 3 a 5. O motivo é que, na maioria das vezes, as crianças até 5 anos têm medo do escuro, medo de barulhos, também têm medo dos personagens, já têm uma vontade bem própria, muitas vezes se recusando a entrar em determinados brinquedos. A maioria das crianças com menos de 3 anos ainda não desenvolveu esses medos. Portanto, o que pode acontecer é a criança de 3 a 5 anos ficar restrita aos brinquedos dos menores, pois boa parte dos brinquedos apropriados para sua idade é escuro, tem barulhos ou efeitos especiais. O resultado: ela aproveita muuuuito menos do que aproveitaria se fosse com 6 ou 7 anos. Eles já têm altura pra ir em boa parte dos brinquedos, mas ainda não têm a coragem... Agora se você é pai ou mãe de uma criança dessa idade que já é descolada, mais corajosa e mais enérgica, pode ir à Disney sem susto.

De 5 a 7 anos *****: essa é sem dúvida a melhor idade para uma primeira viagem à Disney. E provavelmente será essa viagem que a criança mais vai lembrar durante toda a vida - um verdadeiro tesouro para ela! O motivo é que a grande parte das crianças, com 6 anos, já se livrou dos medos infundados da primeira infância. Ao mesmo tempo, não deixou ainda de acreditar em coisas mágicas e encantadas. Olhando a Disney do ponto de vista do encantamento, não há nada mais deslumbrante para uma criança que ainda acredita em tudo aquilo. E, é claro, ela vai brincar muito, já tem altura para ir em quase tudo, já não tem medo de personagens (o que pode ocorrer com crianças menores). Se for acompanhado de irmãos, primos ou amigos, então, será a viagem mais divertida que todos vocês farão na vida!

Tower of Terror: radical
na medida para os maiores
De 7 a 9 anos *****: ainda é uma idade ótima pra levar as crianças, apesar de que algumas de 9 anos já não acreditam nas fantasias, e estão começando a querer virar adolescentes meio precoces. Mesmo para essas tem muitas atrações, só que não vão ver a Disney com o mesmo encantamento e magia das pequenas. Por outro lado, poderão aproveitar quase todas as atrações mais radicais, e a partir dessa idade também passam a ser bem interessantes os parques do Universal (Universal e Islands of Adventure).

De 9 a 11 anos e de 11 a 13 anos ****: é claro que os adolescentes vão se divertir muito lá. Só que, por exemplo, o Magic Kingdom, que é o principal parque da Disney, e normalmente é o favorito dos pequenos, não tem nenhuma montanha-russa radical de alta tecnologia. Isso significa que esses adolescentes podem ficar um pouco entediados em alguns parques. Uma boa opção é utilizar uma excursão. A família inteira viaja junto, mas os adolescentes ficam em grupo com um guia, enquanto o resto da família fica por conta própria. Não passarão tanto tempo juntos, mas é uma boa oportunidade para o adolescente exercitar um pouco de autonomia. Agora, se você quer dar realmente um banho de autonomia, essa idade é ideal para mandar a criança em sua primeira viagem solo à Disney. Idealmente, na faixa de 11 até 15 anos de idade. Claro que você deve escolher com cuidado uma excursão bem estruturada, talvez acompanhada por pessoas conhecidas (professores, irmãos mais velhos), para não colocar seu filho em risco. A Disney é um lugar muito seguro, onde incidentes raramente acontecem, e seu filho terá uma experiência, de viajar sem a sua tutela, que ele aproveitará pelo resto da vida.

De 13 a 18 anos: a qualidade da sua viagem vai depender mais do seu relacionamento com seu adolescente do que da Disney propriamente dita. Se ele for do tipo que quer distância de qualquer coisa infantil, pode fazer da sua viagem um fracasso. Se vocês forem do tipo que discutem por qualquer coisinha, certamente a Disney não é o melhor destino para vocês. É um lugar mastodôntico, com 10 vezes mais coisas do que você vai conseguir fazer em qualquer viagem, e onde os pequenos conflitos podem virar grandes brigas. Se, por outro lado, seu adolescente for amigável e vocês tiverem um bom relacionamento, certamente será uma viagem muito divertida, em que todos poderão voltar a ser crianças. Não só nos parques da Disney, mas também em outros (Busch Gardens, Universal, Islands of Adventure) há um monte de atrações radicais para adultos e adolescentes que vão matar a sede de adrenalina do seu marmanjo. Aproveite!

Adultos: muitos amigos nossos têm a ideia de ir passar a lua-de-mel na Disney, ou mesmo viajar só entre adultos para lá. Nós endossamos essas ideias! É um lugar tão encantador, onde tudo funciona tão bem, que os adultos viram crianças novamente. A organização do lugar e o bom atendimento das pessoas vão fazer sua viagem muito mais fácil. Afinal de contas, lua-de-mel (seja ela a primeira ou não) é a viagem onde você quer ficar livre do stress. Mas para isso dar certo, não vá com aquela decisão de ver "tudo" na Disney, pois assim você corre o risco de se cansar e ficar a viagem toda brigando. Convenhamos, não é essa a lua-de-mel dos sonhos de ninguém, né? Ao invés disso, faça uma boa pesquisa antes de ir, escolhendo as principais atrações de cada parque para agradar aos dois. Depois, visite as escolhidas e vá nas secundárias somente se sobrar tempo. Não esqueça de prever momentos de descontração na piscina, ou talvez um jogo de minigolfe, um jantar num restaurante romântico...

Se você é um dos muitos que chegaram até esse post através de busca (no Google ou outros sites) e tem alguma pergunta ou comentário para postar, não se acanhe. Use o formulário de comentários do blogger (abaixo) e procuraremos responder às suas dúvidas, desde que saibamos a resposta, é claro!