terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

REGIME DE ENGORDA EM ALTO-MAR: OS RESTAURANTES DO DREAM


Buffet do Cabanas
Alimentação é um dos quesitos em que a Disney Cruise Line não economizou a bordo de seus navios. Se você quiser, pode começar comendo logo de manhã, e só parar à meia-noite.

A primeira coisa que é diferente nos navios da DCL é o esquema do jantar. Como em quase todos os cruzeiros, durante o dia as refeições são mais à vontade, mas à noite todos querem experimentar os restaurantes à la carte. Para isso, no ato da sua reserva no site (ou com agência), você escolhe um horário para jantar: 18:30 ou 20:30. Nós preferimos jantar mais tarde. Contudo, se você tiver crianças muito pequenas na família, sugerimos o primeiro horário, pois se você utilizar o segundo só vai sair do restaurante por volta das 10 da noite. Se contar a diferença de horário (em janeiro é de 3 horas em relação ao sul e sudeste do Brasil, devido ao horário de verão), é realmente muito tarde para os pequenos.

Filipetas com o horário do jantar.
Uma vez escolhido o horário, você receberá em sua cabine uma filipeta com sua "rotação" de restaurantes. Isso mesmo! O navio tem 3 restaurantes diferentes, então você janta cada noite em um. Se seu cruzeiro tiver mais do que 3 noites, um ou mais dos restaurantes será repetido. A diferença da DCL é que sua mesa (o número da mesma e seus companheiros de jantar) e seus garçons "rodam" junto com você pelos restaurantes. Então, todas as noites você se sentará na mesa de mesmo número, sendo servido pelos mesmos garçons, com as mesmas pessoas.

Número da nossa mesa:
todas as noites o mesmo
Como em quase todos os cruzeiros, no Dream também você pode cair em uma mesa junto com desconhecidos. Notamos que isso ocorre geralmente com famílias pequenas, e cujo número de membros seja ímpar. A Disney não tem como política lotar o restaurante de mesas enormes. Vimos desde mesas de 2 ou 4 pessoas, até 10 pessoas. Portanto, se sua família for grande e tiver número par, a chance de caírem numa mesa sozinhos é grande. No entanto, jantar junto com outras famílias, especialmente de estrangeiros, é muito interessante para conhecer novas culturas e, quem sabe, até mesmo começar novas amizades!

Os garçons são um capítulo à parte. Todos servem as mesas com atenção e entusiasmo, fazendo brincadeiras para descontrair as crianças e chamando cada passageiro pelo nome. Se você não gostar do prato que pediu, não se acanhe: peça outro e o garçom troca para você. Se seu filho quer comer o bife do menu de adultos com o macarrão das crianças, peça. Geralmente eles acomodam pedidos especiais se os ingredientes estiverem à mão na cozinha. No dia seguinte, lembram-se das preferências de cada um na mesa. Podem, por exemplo, oferecer ao seu filho ketchup se ele o tiver pedido no dia anterior.

Carré de cordeiro.
Todo esse serviço é fruto de um longo treinamento pelo qual passam os tripulantes (os nossos passaram cerca de 3 meses morando no navio antes da primeira viagem), de uma avaliação criteriosa (inclusive preenchida por nós, passageiros) e do padrão Disney de serviço. Portanto, nada mais justo do que retribuir o atendimento com uma gorjeta caprichada. No DCL, a administração sugere que você dê gorjetas à equipe do restaurante ("head server" ou chefe dos garçons, garçom principal e assistente, que cuida das bebidas) e ao seu camareiro. Se tiver dúvidas sobre quanto dar, no site e no Guest Services há uma sugestão de valores. Você pode até mesmo pagar no cartão de crédito, e receberá um comprovante do valor pago, para colocar em envelopes e distribuir para a equipe pessoalmente.

Dica: alguns brasileiros têm costume de subestimar as gorjetas, ou ignorá-las completamente. Os americanos não. Então, procure seguir o costume e retribuir o bom serviço. Lembre-se que a tripulação passa meses, até anos, morando no navio, e grande parte da renda que têm é proveniente das suas caixinhas. Só não pague, claro, se você achar que o serviço foi ruim!

Restaurantes para jantar

Os 3 restaurantes à la carte do jantar, no Dream, são o Enchanted Garden, o Royal Palace e o Animator´s Palate. O nosso preferido foi o Enchanted Garden, localizado no deck 2. Trata-se de um restaurante com tema de jardim encantado, todo decorado com tons verdes, delicadas luminárias de flor pendendo do teto, e surpreendentemente silencioso para um restaurante desse porte.

Royal Palace
O Royal Palace, no deck 3, bem ao lado do grande átrio, tem lustres de cristal e detalhes rebuscados, lembrando as salas de banquete das princesas. Até sapatinhos de cristal estão presentes na decoração. O ambiente é bonito (não tanto quanto o do Enchanted Garden), porém mais barulhento do que esperávamos.

Animator´s Palate antes...
Por último, o Animator´s Palate (deck 3) é um capítulo à parte. Apesar das queixas de alguns passageiros de que o ambiente é confuso e o excesso de estímulos faz as crianças deixarem de comer, nós achamos o restaurante espetacular! Quando você entra, as paredes têm painéis de madeira com quadrinhos supostamente desenhados e rascunhados por animadores. A certa altura da refeição, os painéis se abrem e por todo o perímetro do restaurante aparecem "aquários", que, na verdade, são telas de alta resolução onde surgem imagens dos personagens de Nemo. Depois da primeira aparição, eles continuam "nadando" em volta do restaurante - desde o pequeno Nemo até o tubarão Bruce.

... e depois
A verdadeira atração é Crush, a tartaruga, que vai parando de aquário em aquário (de tela em tela), e chamando os visitantes, conversando, fazendo perguntas e piadas. No final, todas as imagens viram "rascunhos" novamente, encerrando uma apresentação e um jantar memoráveis!

Crush é a estrela do jantar.
O menu dos restaurantes muda diariamente, e cada um é, supostamente, "especializado" em alguma coisa diferente. No entanto, o único onde pudemos realmente notar essa especialização foi no Royal Palace, de comida francesa. Os clássicos franceses - sopa de cebola, escargots, soufflés - estavam presentes no menu. Quanto aos demais restaurantes, apesar de a personalidade não ser tão marcante, têm comida igualmente saborosa e bem preparada. Na noite da festa de piratas, o menu é especial e igual em todos os restaurantes, com especialidades caribenhas, mas, novamente, apesar de gostoso, a personalidade dos pratos não é muito marcante.

Menu do Royal Palace: francês.
A base do jantar é: uma entrada, uma salada ou sopa, um prato principal e uma sobremesa. Se você achar que faltou um pouco pra encher o tanque, pode pedir mais um prato para o garçom que ele traz. No entanto, viemos a descobrir que a quantidade de comida, servida assim aos poucos, é suficiente para satisfazer à maioria dos comilões.


Caranguejo com lagosta.
No jantar também há um menu infantil que tem cerca de 6 opções, mas que quase não muda de dia para dia. Macarrão, bife, frango empanado, corn dogs (espécie de croquete de salsicha) e outros hits infantis fazem parte do menu. Se seu filho não quiser nada do menu infantil, mas sim algo dos adultos, sem problemas! Seu garçom traz pra você. Caso suas crianças sejam realmente difíceis de agradar, sugerimos levá-los para jantar no Cabanas, o restaurante tipo buffet, que também fica aberto no horário do jantar. Leve-os antes do seu horário (caso este seja às 20:30), alimente-os e deixe-os no clube infantil. Daí os adultos podem ir para o restaurante à la carte e jantar com tranquilidade.

Filé mignon.
E por falar em clube infantil, todas as noites os monitores passam nos restaurantes à la carte e pegam as crianças que estejam interessadas, e levam até o clube. Para que isso dê certo, os garçons sempre trazem a comida das crianças antes. Dessa forma, quando os monitores chegam, as crianças já terminaram o jantar e podem ir brincar, enquanto os pais continuam tranquilamente no restaurante. Fique de olho na entrada do restaurante e, quando os monitores chegarem, mostre onde está sentado que eles virão buscar seu filho.

O Cabanas é a única opção para quem não quer ficar sentado por uma ou duas horas, sendo servido pelo garçom (que chato!). É um restaurante bem grande, com várias estações de comidas variadas - desde patas de caranguejo e camarões até carré de cordeiro e contrafilé grelhado, passando por frios, saladas, sanduíches, wraps... Por ser buffet, é bem rápido comer aqui, sendo uma opção ideal para aquele dia em que as crianças estiverem caindo de sono. Serve também almoço, mas normalmente fecha bem cedo (2 da tarde).

Além desses 3 restaurantes, você ainda tem opção de jantar nos restaurantes de alta cozinha, Remy (o nome é inspirado no ratinho de Ratatouille, mas o restaurante é muito elegante, com sotaque francês), ou no Palo (italiano). Além de pagar uma sobretaxa (valor baixo, em comparação com o serviço recebido), você precisará fazer reserva com antecedência, pelo site do Disney Cruise. No nosso cruzeiro, os 2 restaurantes ficaram lotados todos os dias, pois os membros do Castaway Club (que já fizeram vários cruzeiros com a DCL) têm preferência para efetuar essas reservas. Note que, no dia em que você janta no Remy ou no Palo, perde seu jantar no restaurante normal.

Almoçando no Dream

Flo´s V8 Café: cada janela serve
um tipo de lanche
No horário do almoço as opções de alimentação são mais limitadas. Nos dias em que o navio está atracado nos portos, grande parte dos passageiros desce para fazer os passeios. Em Nassau, por exemplo, tínhamos o almoço (bem ruinzinho por sinal) incluído no passeio; em Castaway Cay, todos podem almoçar nos restaurantes da ilha (barbecue, o churrasco americano). Assim, o único dia em que almoçamos a bordo foi no dia da navegação, e mesmo assim no horário de abertura do Cabanas estávamos no cinema assistindo Tron: Legacy em 3D... Assim, as opções são limitadas, mas não chega a fazer muita diferença.

Sanduíche de peru e sanduíche de
bacon.
Além dos restaurantes, há um setor onde fica o Flo´s V8 Cafe, um fast-food com balcões separados para sanduíches tipo deli (peru, mussarela de búfala, etc), wraps, pizzas, cheeseburgers e hot dogs. Como já dissemos, a qualidade é surpreendentemente boa, sendo uma ótima opção para o lanche da tarde. O horário de funcionamento do Flo´s é bem mais estendido que do Cabanas, muito conveniente para um almoço tardio. Você pode até se servir no Flo´s e levar seu prato para qualquer lugar do navio - vimos até gente lanchando dentro do cinema!

Ao lado do Flo´s, fica a estação de sorvete, Eye Scream, com o tema do Mike Wazowsky de Monstros SA - nosso filho achou muito engraçado o trocadilho! Tem aquele sorvete de máquina pra você se servir à vontade e tomar até ficar com dor de barriga. Uma delícia!

Por fim, você ainda tem a opção de pedir comida no seu quarto. Os itens do "room service" não precisam ser pagos à parte, então se um dia seus filhos "capotarem" depois de brincar o dia todo no Aquaduck, você não precisa ficar de castigo sem jantar... Não chegamos a usar o room service, então não podemos falar sobre a qualidade da comida. Somos capazes de apostar que é muito boa, como em todo o navio. Se você pedir no quarto, não esqueça de dar uma caixinha ao entregador.

Café-da-manhã

A primeira refeição do dia é servida em vários restaurantes, então dificilmente há fila para comer. O Royal Palace oferece café à la carte. Não provamos por falta de tempo, já que esse tipo de serviço demora um pouco mais.

No Enchanted Garden, há um buffet, pequeno mas satisfatório. Se você não é do tipo que faz pilhas de bacon, salmão, pães diferentes, frutas e frios no prato do café-da-manhã, vai se satisfazer completamente no Enchanted Garden. Há croissants, cinnamon roll, vários pães, cereal, frutas, iogurte. O café e o leite são trazidos à mesa. Por ser um buffet menor, o ambiente é muito tranquilo e cordial.

Já no Cabanas, o café também é buffet, mas um tanto mais caótico e populoso. Isso porque há todo tipo de comida, desde bacon com ovos até salmão defumado com bagel, passando por donuts, pães, frutas, omeletes, panquecas - tudo separado em estações diferentes... A lista não acaba! Por isso, obviamente as pessoas tendem a convergir para esse restaurante em busca de opções, que são bem mais variadas do que dos outros lugares. O café e as bebidas são self-service, dando um certo clima de cantina de escola.

Como nos recomendou nosso garçom, se possível tome café também cada dia num restaurante diferente. Você pode até mesmo pedir o café no quarto, pois também não é cobrado à parte.

Bebidas

Estação de bebidas do Cabanas
Quanto às bebidas, as não alcoólicas e não engarrafadas estão inclusas no preço do cruzeiro. Se quiser uma cerveja ou uma água de garrafa, terá que pagar à parte. No Cabanas e próximo às piscinas há estações de bebida onde você pode se servir à vontade. Tem refrigerante, água, sucos, limonada e café americano. A localização das estações de bebida é um pouco incômoda, pois tanto o Cabanas quanto as piscinas ficam no 11o deck. No entanto, você pode servir-se em copos descartáveis e andar pelo navio sem problemas.

Por todo o navio também estão espalhados bares que servem outras bebidas, como água em garrafa (cerca de 2 dólares), cerveja (de 4 a 7 dólares), vinho (a partir de 7 dólares a taça), destilados, coquetéis e até café expresso. Nem todos os bares trabalham com todas as bebidas.

Soufflé de Grand Marnier.
Dica do FR: leve algumas garrafas pet de água na mala de mão, para carregar nos passeios em terra. Quando a garrafa esvaziar, lave e encha novamente em uma das estações de bebidas. Ou use um squeeze.

Para as famílias que bebem vinho todas as noites, na DCL existe um Wine Package, em que você paga um preço fixo pelo vinho e pode pedir uma garrafa por noite, a qual você pode até levar para o quarto se sobrar. Não compramos o wine package, então não sabemos se vale a pena, mas pelo menos pergunte ao seu garçom como funciona. Você pode levar vinho na bagagem de mão, mas terá que pagar uma taxa para que ele seja servido no restaurante (rolha).

Escargots.
Quando falamos em bebidas, algumas pessoas já pensam em bares e lounges. No Dream há uma abundância de bares só para adultos. Na verdade, há uma área inteira do deck 4 do navio, chamada The District, onde se concentram vários tipos de bares: o D Lounge para famílias; o District Lounge com música ao vivo; o sports bar 687; o Skyline com telas de alta resolução que mostram várias cidades famosas do mundo; e o Pink, um bar inspirado no champagne rosé Taittinger.

Não tivemos tempo de frequentar os bares, portanto não podemos dar nossa opinião. No primeiro dia do cruzeiro, dia de "open house", aproveite para visitar os bares com a família inteira, pois é o único dia em que todo mundo pode entrar em todos os lugares. Depois disso, só os adultos poderão frequentá-los.

Esperamos que tenha gostado de conhecer as opções de alimentação do Dream. Aguarde, pois nos próximos posts vamos contar um pouco sobre diversão a bordo, e dar mais algumas dicas práticas para aqueles que se interessaram pelo cruzeiro terem uma viagem mais tranquila.

Texto gentilmente revisado por A.K.Arahata

16 comentários:

  1. Olha, super obrigada pelas dicas e pela resposta no post anterior. Meu filho já tem 4 anos mas é chatinho pra comer. Mas pelo que li, nossa, há opção para todos.
    Estou maravilhada e já decidimos aqui em casa. Em 2012 nossa viagem a Orlando incluirá o navio.
    Estou amando os posts. Posso indicar o blog de vocês no site " Viajando para Orlando"?
    É uma comunidade apaixonada por Orlando e seus parques. Com certeza irão amar as dicas de vocês sobre o navio!!!!
    Abs
    Simone

    ResponderExcluir
  2. Oi, Simone,
    Claro que pode divulgar nosso blog nos sites. Ficamos muito agradecidos!

    Quanto a seu filho ser "chatinho pra comer", saiba que é mais comum do que você pensa. Leia nossas dicas sobre esse assunto e vários outros aspectos práticos de viajar (avião, saúde, fuso horário, etc), clicando em "planeje sua viagem", no topo da página.

    Vamos continuar publicando dicas do Dream, pois são realmente muitas. Um toque que já podemos te dar logo de cara: se for sua primeira viagem à Disney e seu primeiro cruzeiro com a DCL, um planejamento mais atento deve ser feito.

    Você vai precisar de pelo menos 8 dias em Orlando (10 seria o ideal), mas não vai poder comprar muita coisa, pois a cabine do navio é pequena (mesmo sendo maior que a média). Se você exagerar nas compras, sua bagagem não vai caber na cabine. Normalmente recomendamos que a família faça primeiro Orlando, depois o cruzeiro. Mas no caso de uma primeira viagem à Disney, de repente vale a pena inverter a ordem: primeiro cruzeiro, depois Orlando. Assim você pode comprar à vontade.

    Uma última dica: em 2012 mais um novo navio da Disney já estará em operação, com itinerários no Caribe, diferentes do Dream. O nome do navio é Fantasy e a primeira impressão que tivemos é que ele vai operar em lugares mais bonitos e diversificados que o Dream.

    ResponderExcluir
  3. Olá!!! Sou eu mais uma vez!!! Rsrsrs Alias, gostaria de agradecer a vcs do blog (como posso chama-los?!) e a Simone, q foi quem deu a dica sobre esse blog maravilhoso!!! Como no caso da Simone, minha filha de 6 anos eh péssima p comida e estou seriamente preocupada c ela no navio, apesar das inúmeras opções q vcs ja colocaram. Li no contrato a n eh possível levar comida a bordo, para evitar infecções, mas será q eles permitiriam a minha entrada c leite ninho e nesquiq?! Assim, se a Giovanna n gostasse da comida do navio pelo menos teria meu kit de primeiros socorros!!! Rsrsrs Outra coisa, de n for permitida a minha comida eles apenas a apreenderão ou tbm terei q pagar multa?! Abs, Erika

    ResponderExcluir
  4. Quanto a levar comida a bordo, acredito que a restrição seja apenas para alimentos in natura. Se você levar latas de leite/Nesquik lacradas, acredito que não terá problemas. Para evitar transtornos, carregue-as na sua bagagem de mão, ao invés de colocar na mala despachada. Assim, ao passar pelo raio x, se o pessoal do navio decidir barrá-las, você pode simplesmente jogar fora e embarcar. Também acredito que não há multa, pois essa restrição é da companhia de cruzeiros, não governamental.

    ResponderExcluir
  5. Ola! Estou adorando o blog de vcs ! Ele está me ajudando bastante na minha primeira viagem de navio ! O nosso cruzeiro será em 27/11/11, bem depois do Thanksgiving. Eu estou pensando em reservar o restaurante REMY para mim e meu marido (já que minha filha de 7 anos não pode), só estou com medo de agendá-lo no dia da Festa do Pirata. Ou esta festa acontece no horário após o jantar ? O meu cruzeiro é de 4 dias, vcs sabem dizer se esta festa acontece no dia que o navio fica em alto mar? No meu caso é o terceiro dia. Outra coisa, vcs sabem o valor
    da rolha, no caso de nós decidirmos levar os vinhos ? Outra duvida, o Clube Infantil fica aberto até que horas ? Dá tempo para jantarmos enquanto nossa filha fica neste Clube ? Uma última coisa, estamos na dúvida se vale a pena trocarmos nosso quarto, que é interno, por outro que tenha varanda. Vi que o de vcs tinha varanda, vcs acharam que valeu a pena? Bem, por enquanto é isso...nossa, desculpe a quantidade de perguntas...é que a ansiedade é enorme!! Obrigada !! Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Que bom que está gostando dos posts! Vamos ajudar no que pudermos.

    A festa do Pirata é na verdade uma apresentação de 30 minutos em que o Mickey e os outros personagens sobem ao palco, dançam, cantam, e ensinam as crianças a "serem piratas" com uma coreografia. É fora do horário do jantar. No nosso caso, foi entre o primeiro e o segundo turno do jantar. No nosso cruzeiro, a festa ocorreu no dia em que aportamos em Nassau.

    Não sabemos o valor da rolha para levar os vinhos, pois não jantamos no Rémy. O cruzeiro tem um pacote de vinhos, em que você toma até uma garrafa por noite e pode levar o que sobrar para a cabine. Também não usamos esse, pois em nossa família só 1 pessoa é apreciadora de vinhos, então para nós saiu mais em conta tomar vinho em taça.

    O clube infantil fica aberto até bem tarde. Certamente no site disneycruise.com tem os horários. Teve dias em que tiramos nosso filho de lá por volta da meia-noite, então dá tempo, sim, de jantar enquanto sua filha fica lá.

    O quarto com varanda é mais caro, e avaliar se vale ou não a pena depende da família, das exigências, e da condição econômica, é claro. As vantagens do quarto com varanda: mais arejado, um pouco mais espaçoso, e geralmente fica nos decks 5-6-7, aos quais o acesso é melhor. Os elevadores do cruzeiro ficam lotados em determinados horários, então se você se hospedar no meio (o navio tem 12 decks), pode se deslocar pelas escadas quando for necessário. Além disso, se sua cabine for nos decks 3 ou 4, dividirá espaço com restaurantes e teatros, o que pode significar gente andando na frente do seu quarto a noite inteira. Não entramos no quarto sem varanda, mas somos capazes de apostar que também é bom, como, aliás, tudo no Disney Dream!

    Boa viagem!

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigada !
    Simone

    ResponderExcluir
  8. quero viajar em janeiro, mas estou com medo de estar muito frio e não podermos aproveitar as piscina. O que vcs acharam de viajar em janeiro?
    obrigada, ótimo o blog, ADOREI.
    Mara

    ResponderExcluir
  9. Oi, Mara,

    Desculpe a demora em responder, mas estávamos longe da internet por uns dias.

    Janeiro foi justamente o mês em que estivemos no Dream. Não estava nenhum verão tropical; algumas vezes esteve até um pouco frio. Mas nada que um agasalho leve não resolva. E o navio tem muitas atrações que não dependem do tempo, portanto opção é o que não falta!

    Quanto à sua pergunta sobre ir ou não aos parques, vai depender um pouco da disposição da sua família. Juntar os parques ao cruzeiro é um pouco cansativo, mas, em nossa opinião, vale a pena. São dois programas completamente diferentes, que se complementam muito bem.

    Além disso, o cruzeiro em si dura apenas 5 dias, e convenhamos, é um desperdício pagar uma passagem até Orlando só para fazer o cruzeiro. Tenha em mente que o Dream é bem diferente dos parques, portanto vocês terão outro tipo de diversão. Se gostou dos parques, então faça como a gente e volte lá, nem que seja por quatro ou cinco dias.

    Se tiver mais perguntas, não hesite em postar!

    Boa viagem!

    ResponderExcluir
  10. Ola !!! Adorei seu blog , Gostaria de saber qual tipo de Roupa vc recommenda , posso levar agua engarrafada na bagagem de Mao ?


    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clique no menu à direita do blog em "Disney Cruise Line" e vão aparecer todas as postagens que escrevemos sobre o navio. Existe um post sobre dicas práticas que responde a todas essas perguntas, ok?

      Excluir
  11. Flavia Sette09 julho, 2013

    Fantástico o blog. Esclareceu todas as minhas dúvidas sobre o cruzeiro. Obrigada!!! Vou levar meus filhos(8 e 10 anos) em agosto deste ano (2013)e estarei com 5 meses de gestação do terceiro. Vcs saberiam me informar se eles têm alguma restrição para gestantes?
    Desde já, agradeço a ajuda e parabéns.
    Flavia Sette

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No site do Disney Cruise diz que só aceitam mulheres grávidas até a 23a semana de gestação. Provavelmente solicitarão exames ou atestado para verificar essa data. Seria bom você contatá-los com antecedência para evitar contratempos.

      Excluir
  12. Boa noite!

    Meu esposo e eu, estaremos fazendo o cruzeiro em outubro e como estou amando o blog e as respostas são bem interessantes.... rs

    Gostaria de saber se é possível levar cerveja na mala de mão assim como é liberado a entrada de vinho.

    obrigada,
    Cristiane.

    ResponderExcluir
  13. Adorei o blog, dicas muito valiosas!! No site do Disney Cruise, diz q só esta incluso o jantar. Minha pergunta é se temos que pagar pelas outras refeições? Cafe, almoço, lanche.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa pagar nenhuma refeição, está tudo incluso. Os horários de funcionamento de cada restaurante e lanchonete são meio restritos, mas sempre tem alguma coisa aberta.
      Não estão inclusas bebidas engarrafadas fora das refeições e bebidas alcoólicas de nenhum tipo.

      Excluir

Mande seus comentários, perguntas ou mais dicas sobre este destino.