sexta-feira, 26 de novembro de 2010

MAGIC KINGDOM: REALMENTE... MÁGICO!

Nossa viagem foi assim:
Época: janeiro *****
Hotel: Yacht Club *****
Faixa etária das crianças (para o MK): 1-3 anos *****; 3-5 anos ****; 5-7 anos *****



Através das buscas que chegam ao nosso site, e das conversas com amigos que estão a caminho da Disney, percebemos que muitas pessoas gostariam de saber exatamente como é cada parque, se vale a pena visitá-lo, como são os brinquedos, qual a idade mais apropriada para cada um, etc. Por isso, resolvemos postar nossa experiência nos parques de Orlando, nossa opinião (somente sobre os brinquedos que tivemos oportunidade de conhecer), e algumas dicas práticas para visitar cada um.

Como não poderia deixar de ser, o Magic Kingdom é o primeiro que vamos compartilhar. Magic Kingdom é aquele parque que tem o castelo da Cinderela; para muitos, sinônimo de Disney. Realmente, esse é o parque onde a fantasia e a magia estão mais presentes. Muitas vezes, mesmo tendo chegado a Orlando, enquanto não entramos no Magic Kingdom, não temos ainda aquela sensação de estar realmente na Disney.

Se você se vira bem no inglês, acesse http://allears.net/tp/mk/mk.htm para informações bem objetivas e relevantes sobre o parque.

Melhor idade

O Magic Kingdom é o melhor parque de Orlando para crianças pequenas, pois tem uma "terra" inteira dedicada a elas, o Fantasyland. As meninas, em especial, adoram ver o Castelo da Cinderela. Tem 2 montanhas-russas (amenas, não radicais), mais as atrações de Frontierland e Adventureland, que agradam em cheio as crianças maiores. Por outro lado, não tem nenhum brinquedo radical para adolescentes e adultos, mas não conhecemos nenhum que não tenha gostado do lugar...

Quanto tempo reservar para o Magic Kingdom?

Você vai gastar no mínimo 1 dia e meio para curtir esse parque. O primeiro impulso da maioria das famílias é correr para o Magic Kingdom (MK) no primeiro dia da viagem. Não é uma má ideia se você estiver com crianças pequenas, pois elas não o deixarão em paz enquanto não forem a esse parque. Na verdade, nossas crianças gostaram tanto dele que acabamos visitando três vezes em uma viagem de 8 dias! A única ressalva é se o primeiro dia da sua viagem for um fim-de-semana, um feriado americano (seja nacional, estadual ou municipal; verifique em http://www.allears.net/), ou um dia de Extra Magic Hours. Esse dia é aquele em que os hóspedes do complexo Disney podem entrar mais cedo no parque, e você pode descobrir quais são no site da Disney (http://www.waltdisneyworld.com/). Então, se for o dia do MK, a tendência é que ele se encha rapidamente, desde cedo, com os hóspedes Disney. Se não for nenhum desses casos, então o parque não vai estar lotado. Faça como a gente e corra para o MK no primeiro dia. Você vai "entrar no clima" rapidinho, assim que colocar os pés lá dentro.


Crystal Palace à noite
Recomendamos o esquema que usamos no dia de nossa chegada a Orlando. A maioria dos voos aterrissa entre 8 e 11 da manhã, deixando você com meio dia um pouco "inútil" - nem dá pra curtir um parque todo, e é muito tempo para ficar sem fazer nada. Nós reservamos para o primeiro dia de nossa chegada um jantar com o Urso Pooh no Crystal Palace, dentro do MK. Assim, chegamos do aeroporto na hora do almoço, comemos, relaxamos no hotel, arrumamos a bagagem no quarto, e seguimos para o MK na noite do primeiro dia. Dessa forma, esse "meio dia" que seria perdido foi muito bem aproveitado. Andamos em dois ou três dos brinquedos com menos fila, assistimos à parada noturna e ao show de fogos. Depois, fomos embora, e retornamos para aproveitar o parque em si num outro dia, logo de manhã. O único cuidado é não marcar o jantar muito tarde. Existe uma pequena diferença de horário entre o Brasil e Orlando, que pode atrapalhar seus planos se você marcar o jantar muito tarde.

Dessa forma, no segundo dia, pudemos ficar andando nas atrações, ao invés de interromper nosso programa para assistir à parada. Esse é o momento, aliás, em que os brinquedos ficam mais vazios; um dos melhores horários para ir às atrações que têm muita fila. Brincamos até dizer chega nesse segundo dia, e fomos embora antes dos fogos sem nenhum peso na consciência, pois já havíamos assistido no primeiro dia. Se deixássemos para fazer tudo de uma vez só, com certeza as crianças não teriam aguentado o pique.

Quanto às duas paradas do Magic Kingdom, são interessantes para ver personagens, mas a que vale a pena mesmo, em nossa opinião, é a noturna, pois é linda, cheia de luzes e magia. Assista à parada da tarde apenas uma vez, se suas crianças gostarem desse tipo de atração. Se a paciência estiver curta, economize-a para usar na parada noturna.

Dicas para visitar

Além de evitar fins-de-semana, feriados e dias de Extra Magic Hours, há algumas dicas que você pode seguir para tornar seu dia no MK mais proveitoso. Antes de sair de casa, acesse o mapa do parque no site da Disney, e dê uma olhada no layout e onde ficam as atrações que você mais quer visitar (veja todos os mapas do Walt Disney World em http://disneyworld.disney.go.com/maps/).

Aproveite para ver quais atrações oferecem o Fast Pass. É um esquema muito inteligente - e gratuito - da Disney para diminuir o tempo de espera nas filas. As atrações que têm Fast Pass (só as mais concorridas) têm, ao lado da entrada, um local com as máquinas que distribuem o passe. Você introduz o seu ingresso do parque na máquina, e ela vai emitir um Fast Pass para cada ingresso inserido. No passe, estará marcado um intervalo de uma hora, no qual você deverá retornar à atração e entrar direto, praticamente sem fila. A única limitação é que você só poderá tirar outro Fast Pass a partir de um certo horário, indicado em letras pequenas no seu passe. A dica, obviamente, é que quem vai buscar o Fast Pass tem que ter em mãos os ingressos da família inteira, pois a máquina só emite um por ingresso.

Multidão na Main Street
A entrada do Magic Kingdom é uma "rua" charmosa, com lojas, lanchonetes e restaurantes dos dois lados, chamada Main Street USA. No final dessa rua, há uma praça redonda atrás da qual fica o Castelo da Cinderela. Essa praça é o ponto central do parque, ao redor do qual se localizam as "terras" do MK. Começando pela direita, a primeira terra é Tomorrowland, com ambientação futurista. Continuando em sentido anti-horário, vem Fantasyland (exatamente atrás do Castelo), a mais apropriada para crianças pequenas. A próxima é Frontierland, com tema de faroeste, e finalmente Adventureland, inspirada em aventuras longínquas (Caribe, Oriente, etc). Essas últimas duas são as mais atraentes para crianças maiores.

Chegue meia hora antes da abertura do parque (veja os horários em http://disneyworld.disney.go.com/calendars/), se você quiser andar sem fila nas três grandes atrações: Big Thunder Mountain, Space Mountain e Splash Mountain. São atrações tipo montanha-russa (Splash Mountain é um "flume ride"), apesar de amenas em comparação com suas concorrentes de outros parques. Se houver adultos e crianças grandes na sua turma, com certeza vocês vão querer conhecê-las. A dica é se dirigir para a Space Mountain assim que o parque abrir. Essa montanha, que fica em Tomorrowland, acaba de ser reinaugurada após uma reforma, portanto durante alguns meses vai atrair multidões. As outras duas ficam à esquerda do castelo, do lado oposto. Então vá à Space Mountain logo de manhã bem cedo, e assim que sair dela pegue o Fast Pass para a outra. Assim que o horário do Fast Pass liberar, pegue outro passe para a terceira montanha, daí você terá assegurado pelo menos uma visita a cada uma delas.

Outras atrações que vale a pena ir cedo são as do Fantasyland: Dumbo, Peter Pan, Urso Pooh e Branca de Neve. Nesse caso, se você tiver crianças pequenas, deve ir direto para Fantasy Land e ir uma vez em cada uma delas (prioridade para Urso Pooh, que acaba de ser totalmente reformulado, seguido por Peter Pan e Dumbo, que enchem mais rápido e têm filas longas o dia todo). Depois, pode visitar os outros lugares com mais calma.

Para esse plano funcionar, é bom fazer aquela visita no fim da tarde do primeiro dia da sua viagem. Isso porque tanto você quanto as crianças vão entrar no MK literalmente babando. O parque é lindo, mágico, e logo na entrada sempre há um monte de personagens para tirar fotos. É impossível entrar nele e seguir correndo para uma atração - aliás, é até sem graça, pois andar devagar e deliciar-se com o clima do lugar faz parte da viagem. Então, se você já tiver visitado e se embasbacado bastante, vai poder aproveitar as atrações logo cedo no segundo dia.

A outra dica é, se você estiver com crianças pequenas e quiser ir direto para Fantasyland, pegar o trenzinho na Main Street Station. Essa estação fica logo na entrada, antes mesmo de passar por Main Street. A única desvantagem é que não pode entrar de carrinho, é preciso dobrá-lo para embarcar. Ainda assim, você evita ter que atravessar a metade do parque a pé, o que, com criança pequena, é impossível de fazer rápido. O trenzinho, por outro lado, deixa você pertinho das atrações, no Frontierland ou no Fantasyland. Você pode andar com seus pequenos logo de manhã em tudo que tem muita fila, e depois fica com bastante tempo para passear calmamente e parar em todos os lugares que eles tiverem vontade.

Tico e Teco no MK
No Magic Kingdom os personagens têm destaque, estão distribuídos por todo o parque e podem ser vistos várias vezes ao dia. O único problema é que, a cada parada para tirar foto com personagens e pegar seus autógrafos (a Disney até vende um caderninho para colecionar os autógrafos), você gastará no mínimo 15 minutos. Por isso, às vezes é até melhor dar uma desviada...

Deixe atrações de grande capacidade, como Mickey Philarmagic (cinema 3D muito divertido), Haunted Mansion e Piratas do Caribe para a parte da tarde. Especialmente nos dias quentes, entrar no ar condicionado e no escurinho desses brinquedos é uma bênção!

Show de fogos é imperdível, mas
exige estratégia para sair do parque
Finalmente, na hora da saída todo cuidado é pouco. Se você for ficar para os fogos, tem duas alternativas: ou fica num lugar logo no início da Main Street, perto da saída, ou espera uma boa meia hora, após o final dos fogos, antes de começar a se dirigir para as catracas. Isso porque, assim que terminam os fogos, uma horda de milhares de pessoas tenta sair simultaneamente do parque. Além das dificuldades óbvias de milhares de pessoas andando por uma única rua, entre elas a possibilidade de perder uma criança na multidão, ainda há um problema adicional no caso do MK. É que, uma vez fora do parque, TODOS os visitantes têm que embarcar nos trams (trenzinhos) para chegar ao estacionamento. Então, quando sair do parque, você vai se deparar com uma fila enorme de gente tentando pegar o tram. Seja um dos primeiros ou um dos últimos a sair após os fogos, e a fila não será tão grande.

Se você se encontrar de repente, no horário da saída ou das paradas, perto da rotatória do castelo, e quiser por algum motivo ir para a saída, há um atalho. As lojas da Main Street, de ambos os lados, são separadas somente na fachada. Por dentro, todas se comunicam através de passagens, portanto se você entrar em qualquer uma delas, poderá ir passando de uma loja para outra sem precisar voltar para a rua. Assim, você pode chegar da saída até perto do castelo, ou o contrário, passando por dentro das lojas.

Onde comer e refeições com personagens

Faça uma reserva para o almoço em algum restaurante full service (serviço com garçons), pois a comida dos fast-foods desse parque é em geral bem fraca. Além disso, o MK é muito grande, então, se você não se sentar na hora do almoço para um descanso, pode não aguentar até o fim do dia. Os melhores restaurantes são o Liberty Tree Tavern e o Crystal Palace. Nós jantamos um dia no Tony´s Town Square e a comida era razoável, apesar do serviço um pouco rude e apressado. O Liberty Tree tem um cardápio limitado, mas a comida é gostosa e substanciosa.]

Tigrão é destaque no
Crystal Palace
No Crystal Palace tem também o jantar com Urso Pooh, um dos melhores jantares com personagens que fizemos. A comida do buffet é razoável, o restaurante fica dentro do MK, e os personagens aparecem com bastante frequência, não deixando ninguém de lado. O destaque dos personagens é o Tigrão, que pula entre as mesas e faz estripulias que provocam muitas risadas nas crianças.

O jantar com personagem mais famoso do Magic Kingdom, no entanto, é o do Castelo da Cinderela. Nós não participamos deste. Em primeiro lugar, porque é a reserva mais difícil de conseguir na Disney toda. Você tem que ligar no primeiro minuto do primeiro dia em que se abrem as reservas, ou não conseguirá lugar. Além disso, muitas pessoas reclamam que o serviço é apressado, para liberar rápido as mesas, e a Cinderela e as outras princesas ficam pouquíssimo tempo com as crianças. Ao invés desse, fizemos o jantar com princesas do Arkeshus, no Epcot, que é muito legal para meninas, mas sobre ele falaremos quando postarmos sobre esse parque.

Se você estiver na Main Street ou pertinho do Castelo e bater aquela fominha fora de hora, entre na padaria que fica na Main Street, à direita de quem entra no parque. Lá tem delícias como croissants, donuts e cookies, realmente muito bons! O único problema é que em determinados horários a fila para um croissant fica mais longa que a da Space Mountain.

Nossos brinquedos preferidos

Obviamente os brinquedos preferidos variam de pessoa para pessoa, mas vamos contar aqui nossas preferências estritamente pessoais, sem nenhuma intenção de sermos objetivos!

1. Fantasyland e Toontown Fair: a área dedicada a crianças pequenas. Há planos para uma renovação completa do Fantasyland, que se iniciou esse ano e acabará em 2012 (detalhes em http://allears.net/tp/mk/fant_expansion.htm). Informe-se sobre fechamento de partes da área, de brinquedos e novas inaugurações, antes de embarcar (no http://www.mousesavers.com/ sai o calendário de todos os fechamentos e manutenções).
* Nova atualização: em janeiro de 2013 a expansão do Fantasyland ainda não estava concluída. Metade da área está fechada por tapumes e apenas algumas das atrações estão funcionando. Continue acompanhando as notícias nos sites da internet, especialmente o blog da Disney, para saber quando a área estará em pleno funcionamento.
  - Peter Pan´s Flight *****: um pouco antigo, é aquele tipo de brinquedo em que você embarca num carrinho (esse imita um barco) e vai passando por cenas da história do Peter Pan, tipo de atração conhecida em inglês como "dark ride". É bonito, mas curto e não vale uma longa espera. Normalmente a fila fica bem longa até bem tarde, então vá nesse logo de manhã. Não é assustador, mas não vá se seus filhos tiverem medo do escuro.
  - Dumbo ***: todas as crianças embarcam nos elefantinhos e o brinquedo começa a girar, com os elefantes subindo e descendo. Todo parque de diversões já teve ou tem uma imitação desse brinquedo. O da Disney é maior e voa mais alto, mas também não vale a espera porque é um brinquedo que tem em todos os parques do mundo... O problema é que, se você estiver com crianças menores de 4, 5 anos, elas não vão arredar pé enquanto não forem uma ou duas vezes no Dumbo. Então vá bem cedo, pois a fila também é longa o dia todo.
Um dos cenários do Winnie the Pooh
  - The Many Adventures of Winnie the Pooh *****: como Peter Pan, também é um "dark ride", psicodélico, colorido e divertido. Foi reformado recentemente, e ganhou uma área de fila caprichada, com playground, brinquedos para as crianças, e telas interativas com tecnologia "touch" para fazer desenhos no mel.
  - Mickey´s Phillarmagic *****: cinema 3D com efeitos táteis (ventinho, água, etc). Agora não é mais novidade, mas o desenho é muito divertido e bem feito, estrelando Mickey e Donald (o responsável pelas trapalhadas). Novamente, não vá com crianças que têm medo do escuro e de sons altos. O filme não tem nada de assustador, mas o som é mais alto que a média dos cinemas.
  - Snow White´s Scary Adventures **: outro "dark ride", dessa vez com tema da Branca de Neve. Além de escura, essa atração dá bastante ênfase à bruxa má, portanto é bem assustadora para crianças pequenas.
  - Cinderella´s Golden Carroussel ***: até que para um carrossel esse é bem grande e bonito. Mas é só. Fora a graça de estar num carrossel à sombra do Castelo da Cinderela, não tem nada de diferente. Só vá se não tiver fila, ou se seu filho for fanático por esse tipo de brinquedo.
  - Mad Tea Party **: também imitado em vários parques no mundo, você se senta dentro de uma xícara, e a xícara gira, a plataforma toda gira, tudo gira. É bem forte, não vá se tiver estômago fraco. Quase nunca tem fila longa.
  - The Barnstormer ****: montanha-russa infantil inspirada no Pateta. O cenário é legal e o trajeto, emocionante, sem ser radical demais. Boa para iniciar as crianças em montanha-russa, antes de tentar a Big Thunder Mountain.

2. Frontierland & Liberty Square: com tema do velho oeste, Frontierland agrada em cheio as crianças maiores; Liberty Square, com tema da América Colonial, tem algumas atrações bem "americanoides", que não têm a menor graça para brasileiros, como Hall of Presidents.
  - Big Thunder Mountain *****: de longe, a atração preferida das crianças maiores (as que tinham altura para ir nela). Imita um trenzinho circulando por uma montanha onde funcionava uma mina abandonada, com muitas curvas e descidas curtas, passando por cavernas (curtas e escuras) e por barracões "abandonados". É uma montanha-russa bem longa (quase 5 minutos de trajeto), cheia de emoção, mas não muito radical, ideal para os pequenos iniciarem sua carreira de montanhas-russas. Como ela é comprida e tem umas partes escuras, pode assustar um pouco as crianças mais impressionáveis. Os demais vão adorar!
  - Haunted Mansion *****: seguindo na linha sombria, a casa mal-assombrada da Disney é certamente uma das melhores do mundo. É uma atração clássica - lembro-me dela na minha primeira viagem à Disney há mais de 25 anos! Mas continua atual, com efeitos fantasmagóricos para ninguém botar defeito. Você entra numa gôndola para até dois adultos e uma criança, e é levado num "tour" pela grande mansão. Não tem quedas ou sustos, apenas escuridão e cenas um pouco assustadoras.
  - Splash Mountain *****: na nossa viagem com as crianças, essa montanha estava fechada para manutenção. Que decepção! Fizemos questão de colocá-la aqui, mesmo não tendo estado nela há pelo menos 12 anos, porque é um brinquedo que vale a pena. Os visitantes vão sendo levados em barcos imitando troncos através de cenas da história sobre o coelho Brer Rabbit (acho que atualmente a Splash Mountain é o único lugar do mundo onde esse coelho aparece). No final, uma queda vertiginosa que joga água por todos os lados. Emocionante! Cuidado, pois você vai se molhar, e a queda é relativamente forte, apesar de ser só no final e ser uma parte pequena da atração.
  - Tom Sawyer Island *: nossas crianças são do tipo que gostam de explorar, andar, descobrir coisas. Mesmo assim, não viram a menor graça nessa ilha, que supostamente deveria ser um lugar para, bem, explorar. Se mesmo assim você quiser chegar até ela, pegue a balsa em frente à Big Thunder Mountain.

3. Adventureland: o tema dessa terra é pouco distinto da Frontierland. Você passará de uma para outra mal notando a diferença, mas basicamente Adventureland diz respeito a terras longínquas, como Oriente e Caribe. Tem relativamente poucos brinquedos, com grande destaque para o Piratas do Caribe, mas é bem bonita e agradável.
Cena do Piratas do Caribe
 - Piratas do Caribe *****: no fim das contas, foi o brinquedo que mais frequentamos na Disney toda. Isso porque, além de muito, mas muito legal mesmo (principalmente para os fãs de Jack Sparrow), é uma atração cuja fila anda bem rápido. Então, cada vez que íamos nela, uma vez acabava virando três. Uma vez até ficamos presos lá dentro por um problema técnico, e saímos tendo praticamente decorado a música que toca sem parar. Os visitantes entram em grandes barcos, e vão circulando pelos cenários que contam uma história de piratas. Tem até tiro de canhão e uma cidade em chamas. É uma atração bem escura e um pouco sombria, e inclui uma pequena queda que dá um friozinho na barriga. O filme Piratas do Caribe foi inspirado nesse brinquedo, e, diante do sucesso do cinema, a Disney incluiu os personagens do filme nos cenários da atração. Se você der sorte, pode até cruzar com um sósia do Jack Sparrow andando ali perto da entrada do Piratas... Não deixe de visitar a loja, que é uma das melhores do parque, com itens de pirata que você não vai encontrar em outro lugar.
  - The Magic Carpets of Aladdin ***: o princípio é o mesmo do Dumbo, só que as pessoas se sentam em tapetes voadores. É mais legal que o Dumbo porque voa mais alto e tem um camelo que fica cuspindo água nos visitantes, e você fica tentando desviar do camelo (é você quem controla a subida e descida do tapete).

4. Tomorrowland: quanto ao tema, é certamente a área mais feia do Magic Kingdom. Na época da abertura do parque, pretendia ser algo futurista e moderno, mas para os dias de hoje está bem desatualizada. Isso não impede todo mundo de se divertir - e muito! - nessa terra.
  - Space Mountain *****: foi uma das primeiras montanhas-russas no escuro. Ela é escura, sim, mas não é muito radical e nem vai dar enjoos na maioria das pessoas. Então, se suas crianças não tiverem medo do escuro, a diversão é garantida! Ela acaba de ser reformada e ganhou uma fila high-tech, em que as pessoas que aguardam a entrada no brinquedo podem ficar jogando videogames simples. Foram incluídos também elementos decorativos, como imagens do espaço e astronautas. O carrinho foi substituído e não agradou a todos: as laterais são muito baixas, não segurando a pessoa adequadamente nas curvas. Nós, particularmente, gostamos bastante da nova versão, e achamos que continua valendo a pena.
  - Tomorrowland Transit Authority **: passeio num trenzinho suspenso sobre Tomorrowland, bem sem graça, principalmente considerando a feiúra dessa parte do parque. Mas dá oportunidade de olhar dentro da Space Mountain.
  - Stitch´s Great Escape **: antes de ter o tema do Stitch, essa atração era sobre Alien, o 7o Passageiro. Naquela época, era totalmente aterrorizante. Hoje, continua sendo, por isso não combina em nada com o simpático Stitch. Os visitantes se sentam em cadeiras individuais, ficando literalmente presos pela barra de segurança, num "anfiteatro" no centro do qual aparece o Stitch numa redoma de vidro. A certa altura, a energia "cai" (ou seja, fica tudo escuro como breu), e Stitch escapa do meio do teatro. Através de efeitos sonoros e táteis, Stitch "corre" no escuro em volta do teatro, pregando peças e dando sustos nas pessoas. Meio sem propósito e, na nossa opinião, de mau gosto.
  - Buzz Lightyear´s Space Ranger Spin ****: os passageiros embarcam em carrinhos de dois em dois, e vão passando por cenários nos quais têm que atirar, usando as armas espaciais instaladas nos carrinhos e valendo pontos. É muito divertido e não tem restrição para ninguém!
  - Astro Orbiter ***: você pensaria que uma terceira atração no mesmo estilo do Dumbo já é demais, mas a Disney e os visitantes discordam! Tanto o Astro Orbiter, quanto o Magic Carpets, quanto o Dumbo vivem cheios e com longas filas. No dia que nós fomos, o menos cheio dos três era o Magic Carpets.

Os brinquedos do MK que não foram mencionados aqui são os que não visitamos, portanto não temos como dar opinião. Se você foi a algum brinquedo no parque que não está nesse post, envie um comentário através do formulário, contando aos nossos leitores como foi sua experiência.

Compras e mais compras!

Comprar no Magic Kingdom é parte essencial da curtição. Todo brinquedo termina em uma loja, e cada loja tem itens especiais que não se encontram em outros lugares. Não há nenhuma loja na Disney que tenha todos os produtos, portanto algumas coisas você vai querer comprar na hora. Afinal, estamos nos Estados Unidos, país do consumo por excelência. Então, reserve uma pequena verba diária para cada membro da família fazer suas compras por impulso nos parques. Combine com as crianças que, quando acabar aquele dinheiro, só poderão comprar mais coisas no dia seguinte, em outro parque. Assim, você pode ficar mais relaxado.

No MK, compre alguns artigos que não há em outros lugares, como itens de pirata, faroeste, enfeites de natal (disponíveis o ano todo numa loja perto do Castelo), e artigos específicos de cada atração (camiseta da Big Thunder Mountain, por exemplo). No MK há também uma das maiores lojas da Disney, a Emporium, que fica na Main Street. Sua variedade só é igualada pela loja de Downtown Disney. Mas atenção: mesmo nessa loja, não há toda a variedade de artigos oferecidos no parque como um todo (seria impossível). Então alguns itens você tem que comprar nas demais lojas, não tem aquela história de "vamos deixar pra comprar tudo de uma vez na Emporium".

Para qualquer loja, e para a Emporium em particular, vale o aviso: não deixe para fazer compras depois das 5 da tarde. As lojas maiores ficam lotadas, pois todos pensam da mesma maneira: brincar primeiro, comprar tudo de uma vez depois, para não precisar ficar carregando sacolas. Então, o ideal é ir comprando as coisas aos poucos, antes do fim do dia.

Um problema que você poderá enfrentar é como carregar as compras. Você vai querer, ao sair do Piratas do Caribe, comprar os itens de pirata na hora, caso contrário vai ter que voltar de lá do outro lado do parque para comprar depois. Se você estiver hospedado na Disney, pode mandar entregar suas compras no seu hotel. Você preenche um formulário na loja, na hora do pagamento, e os itens serão entregues na loja do seu hotel até a tarde do dia seguinte. Você deve ir buscá-los lá, pois não há entrega nos quartos. Obviamente esse esquema não funcionará no último dia da sua viagem.

Se você não estiver hospedado na Disney e tiver uma criança pequena com você, use o carrinho de bebê para pendurar as sacolas. Mesmo tendo que deixar o carrinho estacionado para ir nos brinquedos, ninguém mexerá nos seus pertences pessoais. A outra opção, especialmente para quem não precisa de um carrinho de bebê, é alugar um armário na entrada do parque. Umas duas ou três vezes ao longo do dia, um membro da família volta para guardar as compras nesse armário. O inconveniente desse esquema é ter que ficar indo e vindo várias vezes, pois o parque é bem grande.

A última opção é carregar uma mochila vazia, que você irá enchendo ao longo do dia com as compras. Qualquer que seja o esquema, não caia no erro de achar que vai conseguir sair dos parques da Disney sem ter comprado nada. Melhor planejar com antecedência, inclusive economizando, antes da viagem, especificamente para esses gastos, e já definindo um limite para eles. Assim você não corre o risco de ficar sem dinheiro ou limite no cartão de crédito, no meio da sua viagem.

Uma dica para as famílias com meninas e meninos mais vaidosos é cortar o cabelo no "barbeiro" da Main Street. O preço é de um corte normal, mas o profissional faz um penteado bem legal na criança, usando gel para os meninos e glitter, spray, etc nas meninas. Nossa família não chegou a experimentar esse corte de cabelo, mas nos foruns da internet os disneymaníacos recomendam bastante.

Para quem pretende visitar o Magic Kingdom, esperamos que essas dicas tenham sido úteis. Para quem não pretendia visitar, esperamos que tenham aproveitado esse pequeno tour virtual. Afinal, em nossa opinião, esse é um parque realmente mágico!

Veja o mapa da região:



Texto gentilmente revisado por A.K. Arahata.

22 comentários:

  1. nossa me empolguei no outro parque e fiz um comentário sem ao menos procurar agora vi q tem dicas de todos os parques..obrigada muito legal!

    ResponderExcluir
  2. Oi, FR! Voltando ao assunto "montanha russa": estão todas liberadas para que não tolera altura e looping? Inclusive a Space Mountain?

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  3. Cesar,

    No MK, as 3 montanhas-russas - Space Mountain, Big Thunder Mountain e Splash Mountain - não têm loopings nem viram você de ponta-cabeça. Vale a pena dar pelo menos uma volta em cada uma, pois a tematização é muito interessante!

    Como a Space Mountain acaba de ser reformada, deve ser visitada primeiro, pois forma filas enormes logo cedo.

    ResponderExcluir
  4. Olá Família!

    Adorei o blog de vocês! Trabalhei na Disney por 2 anos, hoje sou guia de excursão e faço roteiros personalizados e o seu blog realmente tem dicas ótimas, vocês estão de parabéns!

    Uma dica sobre compras pra quem não está hospedado em hotel da Disney e não quer carregar as suas compras pelo parque, é mandar entregar as compras na entrada do parque. A pessoa preenche um formulário na hora da compra e depois retira as suas compras quando tiver saindo do parque, numa loja perto da entrada. (no caso do MK, é ao lado do Guest Relations)

    Um abraço!

    Ana
    www.roteirosdisney.com

    ResponderExcluir
  5. Agradecemos pela dica! Já conhecíamos o serviço, mas nunca utilizamos, portanto não sabíamos se funcionava bem. Um senão que as pessoas costumam apontar é que há um horário limite para solicitar a entrega na entrada do parque (até X horas antes da retirada). Como muitas pessoas deixam para fazer as compras próximo do horário de ir embora, acabam não conseguindo se beneficiar do serviço.

    Continue postando!

    ResponderExcluir
  6. Oi família!

    Realmente, o horário limite para poder enviar as compras para a entrada do parque é 2 horas antes da retirada.

    Mas eu concordo com você, acho que o melhor é fazer as compras no final, principalmente no caso do Magic Kingdom, em que as lojas da Main Street continuam abertas depois do show de fogos.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Luciana Monteiro30 julho, 2012

    Nós vamos em setembro,e eu estou atrás de informações, todas, já que vou levar minha filha de três anos. Obrigada, amei as dicas.

    Beijos, Luciana Monteiro.

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Excelente o blog de vocês. Meus parabéns!

    Estou indo na próxima semana com minha esposa e teremos apenas 6 dias em Orlando e pensamos em 4 dias de parque.

    Gostaria de saber sua opinião sobre a programação que pensei:
    ***Dia 1***
    Epcot até 16:00
    Hollywood Studios até 21:00 (Fantasmic!)
    ***Dia 2***
    Hollywood Studios até 13:00
    Magic Kingdom até 22:00 (Electrical Parade + Wishes)
    ***Dia 3***
    Universal Studios
    ***Dia 4***
    Islands of Adventure

    Quero ter uma viagem intensa, porém não muito cansativa.
    Estou cogitando a possibilidade de ir apenas no MK e no Epcot nos dois primeiros dias, ficando com os parques da Universal nos outros.

    Neste caso seria eliminado o DHS.

    Uma observação: minha esposa não gosta de montanhas russas fortes e não vou deixá-la sozinha para ir a esses brinquedos.

    Muitíssimo obrigado!

    Quando voltar irei comentar minha viagem aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Edgar,

      Se sua esposa não gosta de atrações fortes, não será preciso passar um dia inteiro no Universal e outro no IOA. Esses 2 parques são mais vazios do que os da Disney, e cerca de 1/3 das atrações são montanhas-russas ou simuladores agitados. Portanto você vai passar um pouco mais rápido pelas atrações. Sugerimos ir ao IOA de manhã e ao Universal depois do almoço.

      No dia livre que vai sobrar, sugerimos ir ao Animal Kingdom de manhã (é um parque muito bonito, gostoso para caminhar e contemplar o cenário) e voltar ao Epcot no fim do dia, para jantar em algum restaurante legal em volta da lagoa. Não deixe de fazer reserva!

      Se vocês não querem se cansar muito, sugerimos não eliminar nenhum parque. Mantenha a programação, mas, se vocês chegarem a algum deles e não gostarem do que estão vendo, basta mudar o plano e ir para outro parque! Orlando é bom por isso, dá muitas opções e flexibilidade para sua viagem.

      O resto parece OK. Esperamos ter ajudado!

      Excluir
  9. Olá!

    Estou indo à Orlando com minha esposa na próxima semana e ficarei 6 dias lá.

    Desses dias, separamos 4 para visitar parques.
    Fiz a seguinte programação e gostaria da sua opinião:

    *** DIA 1 ***
    Epcot - até 16hs
    Hollywood Studios - até 21hs (Fantasmic!)
    *** DIA 2 ***
    Hollywood Studios - até 13hs
    Magic Kingdom - até 22hs
    *** DIA 3 ***
    Universal Studios
    *** DIA 4 ***
    Islands of Adventure

    Estou cogitando a possibilidade de não pegar o Park Hopper para a Disney, ficando apenas com o MK e o Epcot.
    Minha esposa não gosta de montanhas russas fortes, mas bastante de simuladores e montanhas russas mais leves.

    Gostaria de fazer uma programação intensa, porém não muito cansativa.

    Você acha que esse roteiro será satisfatório?
    Se eu não for ao Hollywood Studios, considerando o gosto da minha esposa, vamos perder muito?

    Desde já agradeço!

    Quando voltar postarei minhas impressões sobre a viagem.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Ooi família! Adorei o blog de vocês. Foi um ótimo post também, muito informativo. Só gostaria de saber sobre refeições no parque, tipo, sobre os restaurantes e tal.
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre os restaurantes há algumas dicas acima, na postagem. Além desss dicas, procure na busca o nosso post "Um rato no restaurante", que vai encontrar nossa opinião sobre todos os restaurantes que visitamos em Orlando. Não são muitos, mas tem noss avaliação de cada um deles, inclusive no MK!

      Excluir
  11. FR, algum desses brinquedos tem altura minima pois meu filho tem 1,20 de altura e não sei ao certo se ele consegue participar da maioria dos brinquedos não só no Magic Kingdom quanto nos outros parques?.
    Obrigada pela atenção, adoro seu blog
    bjs, Márcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcia,

      Basta você acessar www.waltdisneyworld.com e entrar no link "Parks". Em cada parque aparecem as atrações, uma breve descrição e as restrições de altura de cada uma.

      Mas, em geral crianças com 1,20m podem andar em 90% dos brinquedos.

      Excluir
  12. Olá Familia!

    gostaria de informações sobre os tickets dos parques, pois andei pesquisando e até agora não entendi muito bem. Pretendo comprar o basico de 5 dias... mas não sei como funciona isso, posso ir em mais de um parque por dia? posso repetir o parque?
    fico no aguardo! grata!

    ResponderExcluir
  13. Olá Familia!

    gostaria de informações sobre os tickets dos parques, pois andei pesquisando e até agora não entendi muito bem. Pretendo comprar o basico de 5 dias... mas não sei como funciona isso, posso ir em mais de um parque por dia? posso repetir o parque?
    fico no aguardo! grata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Disney possui um sistema de venda de ingressos em que você personaliza de acordo com suas necessidades.

      Você compra os ingressos para a quantidade de dias desejada, e esses valerão para entrar nos 4 parques, 1 parque por dia. Se desejar entrar em mais de um parque, acrescente a opção Park Hopper. O valor é fixo e você pode entrar em vários parques no mesmo dia. Se desejar incluir parques aquáticos, basta escolher essa opção. O valor também vai ficar mais alto, mas dará direito a entrar nos parques aquáticos. E assim por diante.

      Assim, você escolhe o número de dias e vai acrescentando as opções. Quanto mais opções, mais caro vai ficando.

      Excluir
  14. Realmente o Magic Kingdom é o mais mágicos de todos os parques Disney (se é que é possível algo não ser mágico naquele lugar rsrsrs). Embora os brinquedos sejam mais voltados pros pequenos, são tantas as atrações (shows, paradas, encontros com os personagens) que você fica até meio tonto! Um dia é pouco ...
    estive no parque em dez/2012, logo após a inauguração da New Fantasyland. devo dizer que fiquei um pouco decepcionada. O local é lindo, cheio de detalhes, mas as atrações são poucas e bem voltadas pros menorzinhos mesmo. A única atração que me encantou foi a da Bela.
    Fiz um post em meu blog com minhas impressões sobre o parque e algumas dicas. Quem se interessar pode dar uma olhadinha lá no http://penaestradacomdonamaricota.wordpress.com/2013/03/15/disney-post-6-magic-kingdom/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecemos a opinião. Mas pelo que sabemos o Fantasyland ainda não está completamente concluído, então ainda faltam atrações a serem acrescentadas.

      Excluir
  15. Olá Família.

    Estarei no MK no dia do aniversário da minha filha de 3 anos. E ela AMA o Tigrão. Por isso, gostaria de saber se é possível almoçar no Crystal Palace com o Tigrão. Ou os personagens só aparecem no jantar?

    Obrigada.
    bjs,
    Isabella

    Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que lembramos, os personagens só aparecem no jantar. Nossa sugestão está na postagem acima: ir um dia ao MK no fim da tarde só para assistir à parada, jantar no Crystal Palace, e ver o show de fogos. Deixe o parque para visitar em outro dia, durante o dia. Assim, aproveita bem a noite no MK sem o cansaço do dia de passeios.

      Excluir
  16. Olá Família!

    Amei o Blog.

    Estou indo com a minha filha de 3 anos para o MK no dia do aniversário dela, e como ela AMA o Tigrão, gostaria de levá-la ao Crystal Palace. Vocês saberiam me dizer se os personagens só aparecem no jantar? Ou eles também aparecem no almoço? (já procurei no site da disney e não encontrei nenhuma informação sobre isso)

    Não sei se minha filha aguentará o pique de ficar o dia no parque e ainda jantar com os personagens.

    Muito obrigada!
    bjs,
    Isabella

    ResponderExcluir

Mande seus comentários, perguntas ou mais dicas sobre este destino.