quarta-feira, 13 de outubro de 2010

ALGUNS RESTAURANTES DE NY



Se você já leu o post "Congelando em NY", verá que esse novo post é uma extensão do que já havia sido publicado lá. A pedidos, elaboramos duas listas: uma de restaurantes que você pode visitar com as crianças, e outra de restaurantes mais voltados para gourmets e, obviamente, mais caros. Nesses, não é recomendável levar crianças, tanto pelo ambiente, quanto pela comida, que é estranha para os pequenos. Percebemos que NY é um destino aonde muitos pais e mães vão sem a família (a trabalho, por exemplo), por isso incluímos os restaurantes estrelados para quem quiser se dar um "presente" da próxima vez que estiver por lá.

Fomos conhecendo esses restaurantes aos poucos, ao longo de várias visitas a NY, em vários anos diferentes, em família e, mais frequentemente, a trabalho. Colocamos abaixo nossa opinião dos restaurantes na época em que visitamos, mas dê uma olhada no http://www.opentable.com/ (para ver opiniões e fazer reservas), ou no http://www.tripadvisor.com/, para saber o que o público está achando deles na época da sua viagem.

Para agradar adultos e crianças (e não só as crianças!):

1. Mickey Mantle´s (fechou): restaurante localizado em frente ao Central Park, ideal para você almoçar no dia em que for ao zoo ou ao Metropolitan. Tem comida bem variada - saladas, sanduíches, grelhados, massas - sempre muito bem feita, com um sotaque puxado para o italiano. Na decoração do restaurante há vários itens ligados ao baseball (Mickey Mantle é ex-jogador), que vão agradar os fãs do esporte. Em nossa última visita, a comida continuava igualmente boa, mas notamos que a decoração está começando a pedir por uma reforminha...
Atualização importante: de acordo com o nosso leitor Marcelo, o Mickey Mantle´s fechou ano passado.

2. Carmine´s ***** (http://www.carminesnyc.com/): fica pertinho da Times Square, na 44th Street. É um restaurante italiano excelente, enorme, vibrante, com atmosfera bem alegre e pratos muito bem servidos e muito bons. Calcule cerca de um prato para cada 2-3 pessoas, ou então você vai ter que levar comida para viagem! Chegue bem cedo para não enfrentar filas - se você chegar por volta das 20:00 pode esperar até mais de 1 hora para obter uma mesa. Atualização em 2011: agora o Carmine´s aceita reservas online, então não é mais preciso ficar esperando horas na fila. Faça a reserva antes de sair de casa!

3. Bubba Gump Shrimp Co ***(http://www.bubbagump.com/): também na Times Square, foi inspirado no filme Forrest Gump. Lá tem o famoso camarão empanado com coco ralado. Há também vários outros tipos de receitas de camarão, king crab, peixe, além de outros pratos para quem não curte frutos do mar. Nesse restaurante eles utilizavam aquele irritante artifício de deixar uma fila na porta enquanto há várias mesas vazias lá dentro (para o restaurante parecer cheio do lado de fora). No entanto, da última vez que estivemos lá, entramos direto sem a espera artificial - tempos de crise! Se for visitar em época cheia, faça uma reserva antes de ir.

O Michael Jordan fica
dentro da Grand Central
4. Michael Jordan ****(http://www.michaeljordansnyc.com/): o nome parece de restaurante temático de basquete (ou talvez golf?), mas não poderia estar mais longe da realidade. É um restaurante sóbrio e elegante dentro da Grand Central Station, e seu grande trunfo é servir carnes grelhadas suculentas. Os acompanhamentos são pedidos à parte, e a batata frita é uma das melhores que já experimentamos. Tem também boas opções de vinhos, com destaque para os norte-americanos. Não é um restaurante barato, mas quando bater aquela vontade de comer uma boa carne, saiba que em NY não é tão fácil de encontrar como seria de se esperar. Nessas horas, corra para o Michael Jordan!

5. Le Train Bleu ****: a decoração foi feita para parecer um carro-restaurante de trem antigo, o que, nem é preciso dizer, vai deixar as crianças pra lá de contentes. Pode parecer meio ridículo, mas quando você entra lá dentro essa impressão desvanece rapidamente, pois o restaurante é muito bonito. Por ficar dentro de uma das mais famosas lojas de departamentos do mundo, a Bloomingdale´s, não é um restaurante barato. Mas a comida é muito saborosa, bem servida, e, apesar de não ter menu infantil, tem opções que podem agradar aos pequenos.

6. Balthasar **** (http://www.balthasarny.com/): é um restaurante francês que fica no Soho, bem pertinho da Broadway, onde está concentrada a maioria das grandes lojas do bairro. Se você já esteve em Paris, vai se sentir transportado de volta no momento em que pisar aqui. A decoração é bem parisiense, e a comida não fica devendo nada. Ao contrário, pense no Balthasar como um francês com toques saudáveis e sem o mau humor dos garçons franceses... Não tem nada de especial para crianças, mas é muito adequado aos adultos. Tem pratos que podem ser pedidos para os pequenos também, e o ambiente é vibrante e barulhento. Como todo francês que se preze, tem contrafilé com fritas que podem agradar às crianças, e, sendo Estados Unidos, não poderia faltar o hambúrguer. Já os adultos podem se esbaldar com outras opções menos convencionais nos EUA (mas muito convencionais na França), como pratos de frutos do mar, uma deliciosa sopa de cebola gratinada, peixes grelhados e saladas diferentes. Chegue bem cedo (tipo meio-dia) porque a fila se forma cedo e permanece até tarde (bem depois das 3 da tarde).

Restaurantes para quando papai e mamãe derem uma "fugidinha"

Nova York é um verdadeiro paraíso para quem gosta de comer. Para quem gosta de quantidade com qualidade, as indicações acima são perfeitas. Agora para quem quer um pouco mais de elaboração (com um pouco menos de quantidade, é preciso dizer), tem inúmeras opções que não encontrará em outros lugares. Todos os restaurantes listados abaixo têm ambiente mais sóbrio, alguns têm mesas bem apertadinhas, e em qualquer um deles dificilmente você encontrará uma criança. Se papai e mamãe resolverem dar uma escapada de fim-de-semana prolongado para NY, ou naquela noite em que conseguirem uma baby-sitter, podem escolher um desses.

Vale um aviso antes de mais nada: conseguir uma reserva nesses restaurantes de última hora é quase impossível. Então, a não ser que você vá se hospedar nos hotéis chiques, onde o concierge consegue até uma entrevista com o Obama, faça sua reserva com exatamente um mês de antecedência. A maioria dos restaurantes está no http://www.opentable.com/. A reserva é gratuita e você ainda ganha pontos jantando nos restaurantes reservados através do site.

1. Per Se *******.... (quantas estrelas é o máximo mesmo??) (http://www.perseny.com/): provavelmente uma das 5 melhores refeições que você comerá na vida, a não ser que você seja um dos ricos e famosos do mundo. Como menos de 5% das pessoas se encaixam nessa categoria, nossa opinião se dirige aos outros 95%... O preço do Per Se é supercaro, e por um breve momento, antes de começar a comer, ficamos nos questionando se realmente valia a pena. Quando você se senta à mesa, tem apenas 2 opções de menu-degustação. Ou come aquilo, ou pode ir embora se quiser (não vá!). No momento em que o primeiro (mini) prato chega à mesa, começa uma refeição mágica que não durará menos de 3 horas. Uma sucessão de criações lindas, deliciosas, com sabores e ingredientes raros (e não necessariamente só caros), chegará à sua frente num serviço impecável, muito bem coreografado e, o que é uma raridade nesse tipo de restaurante, simpático.

Fora os pratos do menu, quando há uma demora um pouco maior entre um e outro, o chef envia para a mesa mimos como o cornette de salmão, petiscos, um docinho antes da sobremesa, um chocolatinho depois da sobremesa... E o melhor, apesar de serem pratos pequenos, são no mínimo 8, então você não sairá com fome, em hipótese alguma. Bom, se ficar com fome é só detonar o pacotinho de biscoitos que eles dão para você levar para casa, ao término de uma refeição perfeita!

2. Le Bernardin ***** (http://www.le-bernardin.com/): de todos os restaurantes gourmet que já visitamos em NY, o Le Bernardin ganha o prêmio de melhor custo-benefício. Não que o custo seja baixo. Ao contrário, é um restaurante bem caro, mas também não poderia ser diferente, com um menu-degustação que inclui delícias como caviar, foie-gras, vieiras, kobe beef... A especialidade do restaurante são os frutos do mar, mas no menu-degustação eles vêm intercalados de outros pratos também. Tudo fresco, delicioso, harmonioso, com um serviço muito cordial e eficiente. Já voltamos lá pelo menos 3 vezes e, a cada dia, o restaurante está melhor, se é que isto é possível. Se não conseguir uma reserva para o jantar, tente o almoço que, além de mais fácil, é mais em conta!

3. DB Bistro Moderne **** (http://www.dbbistro.com/nyc/): o DB é o restaurante "casual" do chef Daniel Bouloud, localizado próximo à região dos teatros da Broadway. Os preços são bem acessíveis a nós, mortais, e a comida, bem como o serviço, são muito bons. O DB se arrisca pouco em criações exóticas, ficando nas receitas mais tradicionais, muito bem executadas. São famosos pelo cheeseburger: a carne é tão alta que mais parece uma almôndega. Uma ótima opção é o menu pre-theater, em que você é obrigado a jantar um pouco mais cedo, mas em compensação terá um menu de 3 pratos por um preço excelente. Vale a pena!

4. Daniel ***** (http://www.danielnyc.com/): o restaurante original do mesmo chef do DB, muito mais sofisticado, caro e, pra dizer a verdade, um pouco esnobe. Também oferece um menu degustação, mas nesse caso é para gourmets "sérios", pois cada prato parece uma obra de arte, uma pequena joia. Usa e abusa de técnicas sofisticadas como gelatinização, espumas, "pérolas", congelamento, usando todo ingrediente que você imaginar - ouriço-do-mar, ervas aromáticas, kobe beef e até mandioca... Uma comida única, diferente, que consideramos "intelectual", pois aguça a curiosidade tanto quanto os sentidos. O que não nos agradou muito foi a harmonização de vinhos: em nossa opinião - que não é de connaisseur - não achamos as harmonizações ideais, não valendo o quanto custa. Escolha uma garrafa que é mais negócio. Um ponto fraco é o serviço, que, apesar de eficiente, é um pouco esnobe - os garçons são franceses e conversam com a gente em francês, mesmo estando em plena América...

5. Gilt *** (http://www.giltnewyork.com/): dos poucos restaurantes estrelados gourmets que já visitamos, esse consideramos o menos interessante. Pelo menos o menu que experimentamos, achamos que faltou a harmonia e a continuidade que encontramos no Per Se e no Le Bernardin. Alguns pratos carregados no sabor, como polvo com excesso de pimenta, ou um prato de carne com muita carne e poucos sabores para equilibrá-la, não chegaram a arrancar suspiros... Se for investir em um jantar especial, recomendamos os outros restaurantes mencionados aqui. O ambiente é um capítulo à parte - parece uma sala de banquete do século XVIII, com toda a pompa e glória, realmente muito bonito.

Obviamente, NY oferece muito mais restaurantes do que se pode conhecer em uma vida, o que dirá em umas poucas e corridas viagens! Incentivamos nossos leitores a postarem abaixo suas resenhas de restaurantes favoritos em NY, assim nossa lista poderá crescer e todos poderão se beneficiar.

Enjoy!

Mapa da região:




4 comentários:

  1. Rose Monteiro21 dezembro, 2011

    muito bom seu blog,
    preciso de ajuda estou embarcando para NYC dia 30/12 vou passar o reveillon por la, mas ainda nao tenho ideia de onde passarei a hora da virada, gostaria de algumas sugestoes sua, que nao seja muito cara e que meus dois filhos de 9 e 11 anos possam participar.aguardo e muito obrigada

    ResponderExcluir
  2. Rose,

    Agradecemos pelo comentário e pelos elogios.

    Nunca passamos o Réveillon em NY, então não poderemos te ajudar muito! Uma dica importante é reservar o restaurante com antecedência a qualquer custo. Os americanos têm costume de reservar tudo, então você corre o sério risco de ficar sem lugar.

    Sempre que queremos escolher um restaurante, pra qualquer ocasião, usamos o opentable.com. Além de ser um site de reservas, em que você pode filtrar os restaurantes por preço, por cidade e até por bairro, tem resenhas dos leitores e avaliações, que podem ajudar a escolher o mais adequado para o gosto de vocês.

    Um lugar que tem uma vista privilegiada da Times Square e da grande bola luminosa que "cai" todos os anos é um bar, no primeiro piso do hotel Renaissance, todo envidraçado. Ano passado, teve até show do Bruno Mars! Mas, não só não é muito adequado para crianças, como deve estar absolutamente lotado a essa altura.

    Os restaurantes de rede da Times Square também fazem festas. Um dos que tem a melhor vista para a praça (mas talvez não dê pra ver a bola) é o Bubba Gump Shrimp Co. Não achamos uma boa ideia passar a virada na praça em si, sem uma reserva de restaurante. Isso porque o frio em NY essa época do ano é quase insuportável, e a TS fica lotada de gente, então vocês poderão acabar perdendo um membro da família na multidão, sem falar no desconforto!

    Esperamos, na medida do possível, ter ajudado. Se tiver mais dúvidas, continue postando!

    ResponderExcluir
  3. Muito bom o blog de vocês, parabéns!

    Note que o Mickey Mantle´s fechou no ano passado:
    http://www.nydailynews.com/new-york/game-mickey-mantle-restaurant-article-1.1090311

    Abs,
    Marcelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela informação Marcelo. De fato da última vez em que estivemos lá a comida continuava igual, mas o décor já tava meio caidinho...

      Excluir

Mande seus comentários, perguntas ou mais dicas sobre este destino.